Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ideologia de SEXO

A Ideologia de Género [SEXO] desintegra a família para parir um ser solitário e sem raízes: o consumidor e súbdito perfeito.

Ideologia de SEXO

A Ideologia de Género [SEXO] desintegra a família para parir um ser solitário e sem raízes: o consumidor e súbdito perfeito.

CRIANÇAS ENTREGUES AOS PEDÓFILOS!

Hoje, tive oportunidade de conversar com um emigrante, em França, que me informou que apesar da lei ser um tanto ou quanto confusa e até omissa, a verdade é que acabou a idade mínima de consentimento (que antes era de 15 anos) e só há crime de violação de menores caso a vítima denuncie claramente que não consentiu o acto sexual. Caso ela se queixe — e prove a acusação — a pena aumentou.

 

Ok! Qual é o problema?
Imaginem uma criança que é violada pelo pai ou até por um irmão mais velho; se ela não apresentar queixa, não há crime ainda que haja denúncia e provas.
Ou um adulto, pedófilo, a seduzir crianças de 10 ou 12 anos (pode ser menos, mas enoja-me mais ainda pensar nisso), convencendo-as a ceder aos seus apetites sexuais desordenados a troco de mil e uma coisas... Se a criança disser que consentiu, o predador não é acusado de nada e pode usar e descartar quantas crianças quiser.

 

SIM! A PEDOFILIA FOI APROVADA EM FRANÇA, MAS ESCONDE-SE ATRÁS DE UMA MÁSCARA QUE FAZ PARECER QUE NÂO É BEM ASSIM.

 

PS: Há sites a negar a verdade dos factos e a acusar os "conservadores" de a interpretar mal, mas é só ler a lei com atenção para perceber o que ela realmente significa.

 

Na notícia pode ler-se: «Nicole Belloubet, já havia dito sobre a proposta em discussão que, para ela, a idade de 13 anos poderia ser considerada “um limite razoável”. Disse ela: “Treze é um limite concebível para a próxima legislação, mas com a ressalva de que os juízes deveriam ser capazes de decidir se alguém tem idade suficiente para dar consentimento em situações particulares”, segundo matéria do site Breitbart. No final das contas, a idade mínima foi retirada, provocando reações de entidades de protecção a menores.»

 

O-que-tres-medicos-acreditam-que-deve-ser-feito-35

 

29 Ago, 2018

A primeira cobaia

David Reimer, a primeira cobaia da Ideologia de Género, antes de se suicidar, disse:

 

«Daria qualquer coisa para que um hipnotizador conseguisse apagar todas as recordações do meu passado. É uma tortura que não suporto. O que fizeram com o meu corpo não é tão grave como o que provocaram na minha mente.»

 

2014-science-tavern07272014-3-638.jpg

 

29 Ago, 2018

Perceba:

«O normal no desenvolvimento humano é que os pensamentos do indivíduo se alinhem com a realidade física; que a identidade de género do indivíduo corresponda ao seu sexo biológico. As pessoas que dizem “sentir-se como se fossem do sexo oposto”, ou “sentir-se em algum ponto intermediário”, ou alguma outra categoria, não formam um terceiro sexo. Elas continuam a ser homens ou mulheres, em termos biológicos. A disforia de género é um problema que está na mente, não no corpo. Crianças e adolescentes com Disforia de Género não possuem um corpo desordenado, mesmo que seja isso o que sentem.»

— A American Psychiatric Association

 

MP02.jpg

 

29 Ago, 2018

Psst...

Sabia que, com a lei 38/2018 da autodeterminação de género, aprovada pelo Prof. Marcelo, e o posterior despacho 7247/2019, seremos obrigados a engolir:

A “mulher” — que é homem — no duche das mulheres, no ginásio ou nas escolas.

Com esta Lei vamos poder ter uma pessoa do sexo masculino, que muda de nome e sexo no Registo Civil para feminino, ir ao ginásio e no fim do treino ir para os balneários das Mulheres tomar duche, com as outras mulheres, com o seu corpo e pénis masculino.

 

Transg.jpg

 

29 Ago, 2018

ÚLTIMA HORA:

Já há estudos que apontam para uma espécie de surto de disforia de género [ninguém é do sexo com o qual nasceu], suspostamente na puberdade ou adolescência, sem que tenha havido traços na infância... Algo apreendido através do ensino, uma espécie de doença contagiosa entre pares... Uma moda entre adolescentes...

ISTO É O EFEITO NEFASTO DA DOUTRINAÇÃO DA IDEOLOGIA DE GÉNERO NAS ESCOLAS E NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL.

 

 

Algumas perguntas que serão feitas, aos seus filhos, na escola:

 

1) Pertences ao sexo certo?
2) Quando, e porque é que decidiste ser heterossexual?
3) A heterossexualidade é apenas uma fase que vais superar?
4) É possível que a tua heterossexualidade seja apenas o resultado do medo neurótico das pessoas que têm o mesmo sexo que tu?

 

1) Mas existe um sexo errado?

2) Mas afinal sempre se decide? Ou só os heterossexuais é que decidiram?

3) Mas então a homossexualidade também é superável?

4) É possível que a homossexualidade seja só o medo neurótico das pessoas que não têm o mesmo sexo que tu?

 

E, já agora, aqui na escola os professores são estúpidos todos os dias, trata-se de cumprir ordens do regime, abandonaram a competência científica em nome da obediência política ou será só uma fase que vão ultrapassar?

A lei fala em aprender a inclusão e a não diferenciação, pelo que confrontar os alunos com perguntas pessoais sobre o seu sexo e género é uma violência psicológica a que nenhum aluno pode ser submetido, uma intrusão na sua liberdade e autodeterminação, seja o aluno heterossexual ou sofra de qualquer anomalia ou desordem de natureza sexual que se queira ter politicamente como natural.

Pois segundo a lei 38/2018, que estive a ler com todo o cuidado, estabelece-se no 12°art. - educação e ensino - "2 - Os estabelecimentos do sistema educativo, independentemente da sua natureza pública ou privada, devem garantir as condições necessárias para que as crianças e jovens se sintam respeitados de acordo com a identidade de género e expressão de género manifestadas e as suas características sexuais."

Mas a lei tem alguns truques linguísticos, pois no n° 1 do mesmo artigo estabelece :

"d) Formação adequada dirigida a docentes e demais profissionais do sistema educativo no âmbito de questões relacionadas com a problemática da identidade de género, expressão de género e da diversidade das características sexuais de crianças e jovens, tendo em vista a sua inclusão como processo de integração socioeducativa."

Pelo que se deve estar com atenção à regulamentação que vai ser dada para o alcance do objecto da lei, de modo a que também as crianças heterossexuais sejam respeitadas e não questionadas sobre o seu sexo e género, sobretudo se forem ainda demasiado pequenas para alcançarem o significado dessas questões. A regulamentação da lei 38/2018 vai ser fundamental para se aferir da sua inconstitucionalidade, pois ninguém pode ser discriminado em razão do sexo e opções sexuais, logo os heteterossexuais também não, pelo que serem confrontados com perguntas como as que colocas acima, será ilegal perante esta lei e a sua regulamentação aplicativa inconstitucional se abrir espaço para tais perguntas.

 

— Marcelino Peres

O-que-é-a-heterofobia.png

 

 

13 Ago, 2018

Sabia que:

A ideologia de género é uma ideologia da ausência de sexo. É uma crença que afirma que os dois sexos (masculino e feminino) são meras construcções culturais e sociais. 

imagem_5205_4044.jpg

 

 

13 Ago, 2018

Pedofilia

37661141_1148410798643886_5587930392591073280_n.jp

 

Vítima?

Porque não consegue controlar os seus impulsos sexuais?

E as crianças? São as opressoras da vítima?

 

Num país onde se tratam as drogas com outras drogas (pr ex. a metadona), qual o tratamento que o pedófilo requer?

Guião brinq.PNG

 

E é este lixo que vão ensinar a criancinhas a partir dos 3 anos. Pois é. Este absurdo faz parte do guião de educação para o pré-escolar:

 

pre escolar.PNG

 

Substitua "género" por "sexo", porque é disso que se trata.

 

No que me diz respeito, cresci a brincar com brinquedos de menina (sou filha única) e nunca me senti incapaz de resolver problemas, enfrentar desafios ou explorar de forma autónoma o espaço... Muito pelo contrário, há homens que passaram a viva a brincar com pistas de carros, legos, construcções e bolas e que nunca cresceram nem dão mostras de ser inteligentes.

Portanto, a não ser que a autora se esteja a AUTO DEFINIR não faz qualquer sentido. 

 

Mulheres — que brincaram com brinquedos de meninas — quantas acham que isso vos limitou a inteligência?

 

Pág. 1/3